PT convoca concentração em Noia este domingo pola soberania paroquial

A concentração está marcada para as 11:30 na frente da casa do concelho de Noia e responde as negociações para anexionar as paróquias do atual município de Lousame.

Assina a nossa petição pública: http://www.peticaopublica.com/?pi=lousame
Divulga o evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/149292785206588/

Diversos meios de comunicação social tornaram pública a notícia nas últimas semanas sobre os encontros levados a cabo entre os mandatários de Noia (PSOE) e de Lousame (PP) para fusionar estes dous municípios. Se estes planos se chegam a realizar Lousame deixaria de existir como município sendo anexionado por Noia sem prévia consulta aos habitantes das nossas paróquias.

Isto implica afastar ainda mais a capacidade de decidir das nossas aldeias e paróquias, que deste jeito passariam a estar governadas desde uma vila que dá as costas ao rural e às suas necessidades. A dívida do novo município superará o 20% do orçamento anual, o que levará à inevitável subida de impostos: imposto de bens imóveis, rústica, veículos, lixo, águas, saneamento, mais-valia, etc., que em alguns casos quadruplicam os vigorantes em Lousame.

As assembleias do PT nas paróquias de Lousame estamos a favor de mancomunar serviços e reduzir gastos, mas em contra de que se nos retire a nossa capacidade política para decidir. Cremos que antes de tratar qualquer proposta de fusionar municípios se deve devolver a capacidade de decidir às nossas aldeias e paróquias, tendo potestade sobre orçamentos, despesas, impostos e todas as prerrogativas que livremente queiramos assumir.

Queremos constituir assembleias paroquiais e conselhos de aldeia com poder político real, seguindo o funcionamento tradicional em concelho aberto das nossas mancomunidades de montes. Estamos fartos de manter políticos profissionais que vivem à nossa conta. Para reduzir realmente os gastos, queremos que se fusionem todos os municípios da comarca… depois, claro está, de devolver-nos o poder às paróquias. Somos maiores de idade e podemos decidir!

Basta de viver da política à nossa conta! DEMOCRACIA DIRETA PAROQUIAL!

Escrito por